© 2016 Tranpo Tecnologia

  • Edson P. Pacheco

9 passos para uma operação sob demanda


A economia segue um caminho irreversível rumo ao modelo SOB DEMANDA (Veja aqui o post sobre o assunto). Uber, AirBNB, Instacart, Flapper, entre muitas e muitas outras inovações que conectam diretamente consumidores e prestadores, estão revolucionando a forma de se contratar e trabalhar, tornando-a eficiente e flexível.

Essa comodidade e eficiência também está disponível para empresas, que podem contratar um motoboy, um desenvolvedor ou um designer para atividades pontuais, sem a necessidade de se criar uma relação de emprego. Sua operação técnica de campo (instalação e manutenção) também pode evoluir dessa forma. Uma ótima notícia, em uma das áreas mais difíceis de se gerenciar.

Para isso, é importante analisar onde sua empresa quer chegar com a abordagem SOB DEMANDA. Seguindo esse passo-a-passo, seu caminho será seguro e com ótimos resultados. São nove passos, curtos e simples.

1. Conheça sua operação

Como você mede seus resultados? E a satisfação do seu cliente? Como é o dia -a-dia? Como você documenta as atividades? Como você controla seus profissionais? Como lida com não conformidades? Situações de emergência? Picos de demanda? Segurança do trabalho? Pontos fortes e fracos. Enfim, conheça os pontos críticos que precisam ser melhorados.

2. Conheça seus custos

Quanto custa uma OS para sua empresa? Neste post, ajudamos você a fazer uma estimativa

de custo de uma OS padrão. Esse é um ponto de partida para a mudança: conhecer onde está antes de se saber onde quer chegar.

3. Defina prioridades

Conhecendo-se a operação e seus custos, o que é mais crítico para sua empresa? Reduzir custos? Aumentar a qualidade? Ganhar flexibilidade? Expandir? Focar no comercial? Melhorar o controle e a gestão? Entender essas questões é fundamental para se buscar o modelo correto de transformação operacional.

4. Questine

Transformar sua operação em SOB DEMANDA trará mudanças muito positivas para sua empresa, mas é importante conhecer suas implicações. Os melhores modelos são apoiados por uma plataforma de software. Como o modelo garante a qualidade? Como esse profissional representará minha empresa no cliente (veja o post de identificação da Tranpo)? Como ele seguirá normas e procedimentos? Qual a segurança jurídica dessa relação (veja post sobre cuidados com a terceirização)? Certamente, todos esses pontos podem ser endereçados, mas você e você precisa conhecer o processo.

5. Defina um target de custo

Setadas as prioridades e entendidas as implicações, estabeleceça uma expectativa de custo. Se a prioridade é qualidade ou atendimento a um SLA rigoroso, o remunere bem seus prestadores, para atrair os melhores. Mas também é possível entregar qualidade com custos mais baixos. Para isso, crie padronizações que permitam a profissionais menos experientes executar os serviços, além de uma programação de atividades que reduza o tempo gasto em deslocamentos e ociosidade.

6. Teste

O modelo SOB DEMANDA pode conviver com o tradicional. Então, contrate um primeiro serviço, depois um segundo. Incorpore a mão de obra sob demanda à rotina de sua operação. Em geral, as empresas começam adotando para obras de instalação ou manutenções que não requeiram um pronto atendimento.

7. Compare

Se você ainda não tem indicadores de performance de sua equipe, utilize os fornecidos pela sua plataforma de contratação SOB DEMANDA. Verifique os índices de satisfação do cliente, a qualidade dos relatórios, pontualidade e os custos. Utilizando os mesmos critérios, compare com os resultados de suas equipes fixas e entenda qual modelo fornece os melhores resultados pelos menores custos.

8. Expanda

Percebidas as vantagens do modelo SOB DEMNADA, aprofunde seu uso. Transforme primeiro suas operações de instalação, eliminando terceirizações tradicionais caras ou informais. Teste a efetividade das equipes sob demanda no pronto atendimento. A disponibilidade de profissionais e a riqueza de dados permitem uma gestão muito melhor, a despeito não haver subordinação na relação.

9. Revolucione

Reprograme as operações de sua empresa. O modelo sob demanda não é apenas mais eficiente: ele permite uma completa mudança de paradigma. Conheço muitas empresas que dizem: "eu poderia vender muito mais, mas não tenho estrutura". Isso deixa de ser uma limitação. Os riscos são muito menores, o planejamento passa a obedecer a um prazo curto, pois as contratações são sempre alinhadas às demandas imediatas. Mais:

a expansão territorial passa a ser um desafio mais gerenciável. Sua gestão de campo deixa de se parecer com uma operação de guerra e fica semelhante a um painel de controle, onde você observa indicadores.

Por fim, sua empresa pode passar a focar naquilo que interessa: vender e cuidar do seu cliente.

#marketplaces #gigeconomy #custos #ondemandeconomy